Missão ao centro da Terra

Olá moçada, espero que tenham curtido as férias, vamos começar com uma notícia sobre o interior do planeta Terra.

Cientista propõe concretizar ficção de Júlio Verne

Sonda não tripulada transportada em ferro fundido atingiria centro da Terra em sete dias

Por: Adriana Melo

Publicado em 15/05/2003 | Atualizado em 14/10/2009

 
 
Um artigo inusitado foi publicado na revista Nature de 15 de maio. Seu título, “Missão ao centro da Terra — uma proposta modesta”, evoca o famoso livro de Júlio Verne e sugere enviar uma sonda para estudar o interior de nosso planeta. David Stevenson, professor de ciência planetária do Instituto de Tecnologia da Califórnia (EUA) e autor do artigo, garante que não é ficção científica.

As missões espaciais aumentaram o conhecimento do homem sobre o Sistema Solar, mas ainda conhecemos muito pouco sobre o interior da Terra onde, segundo Stevenson, há temas igualmente fascinantes para se estudar. Sondas espaciais já chegaram a cerca de 6 bilhões de quilômetros da Terra, enquanto sondas subterrâneas não passaram de 10 km.

Isso pode ser explicado pela dificuldade para se transpor a matéria altamente densa que há no interior do planeta. Uma maneira possível seria pela fusão da rocha. No entanto, Stevenson diz que a energia necessária para penetrá-la é 10 bilhões de vezes maior que a energia gasta em viagens espaciais. Além disso, seriam necessários milhares de anos para concluir a missão. Na escala geológica é pouco tempo; na escala humana, uma espera de gerações. Nenhum governo financiaria tal projeto.

null

A viagem não tripulada proposta por Stevenson atingiria o núcleo da Terra em uma semana. Uma sonda pouco maior que uma laranja seria transportada em meio a um grande volume de uma liga de ferro fundida através de uma fenda que se propagaria pela ação da força da gravidade. A missão utilizaria entre 100 mil e 1 milhão de toneladas de ferro fundido — “algo entre uma hora e uma semana da produção total da Terra”, compara o cientista.

A fenda preenchida com ferro líquido, iniciada na superfície da Terra, se propagaria rumo ao centro. A sonda, feita de material com altíssimo ponto de fusão e de carga elétrica neutra, seria transportada ao longo da fenda, que se fecharia após sua passagem, devido à pressão. Equipada com dispositivos para medir temperatura e condutividade elétrica e para detectar a proporção de elementos químicos presentes no interior da Terra, a sonda transmitiria os dados por meio de ondas sísmicas de alta freqüência para um sismógrafo situado na superfície.

Segundo os cálculos de Stevenson, a fenda se propagaria a cerca de 18 km/h. A energia gravitacional liberada causaria aquecimento e fusão parcial das paredes de rocha de silicato. A energia necessária para iniciar a fenda seria equivalente à liberada por um terremoto de sete graus na escala Richter. O cientista calculou o padrão de migração do ferro fundido através da fenda por meio de princípios já estabelecidos no estudo do magma de vulcões.

Stevenson acredita que, se concretizada, a missão proposta seria capaz de descobrir o estado e a composição do núcleo da Terra. “É uma proposta modesta, se comparada ao programa espacial”, diz ele no artigo. “Pode parecer ficção, mas essa impressão é causada pela pouca dedicação da ciência e esse tema.”

Adriana Melo
Ciência Hoje on-line
15/05/03

Fonte:http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/geociencias/cientista-propoe-concretizar-ficcao-de-julio-verne/?searchterm=sondas%20no%20interior%20do%20planeta

Por que é mais fácil mandar uma sonda para o espaço a bilhões de quilometros do que mandar para o interior do planeta onde a distância é bem menor? Abraços!

Profª. Inês

14 Respostas

  1. olá Inês
    gostei muito de ler esse texto. Explicou muito bem !
    sobre a pergunta a minha resposta seria :
    R : como eu li no texto demoraria muito para fazer uma nave que entrasse embaixo da terra , e também como no fundo da terra é muito quente a nave derreteria.
    Indo para o espaço o empulso que a nave teria faria ela passar bem ripido e assim não aconteceria nada com a nave

    Beijos e abraços
    Lívia 6ºano A.

  2. Oi Inês sou o Antônio do sexto ano é dificil entrar na Terra porque tem transpor materia autamente densa.

  3. Adorei que você passe isso sempre para nós……
    beijos !!!!!!!!!

    • Olá tia adore o texto espero que um dia eu te agradeça por ter me dado uma ideia
      de vr como ciencias é legal
      TE ADOROOOO!!!!
      beijos marcela

  4. Porque há uma dificuldade para se transportar a matéria autamente densa que há no interior do planeta.

  5. Oi PROFª. Tudo bom eu vi hoje o texto esta ótimo com uma explicaçao excelente………………………
    xauuuuuu
    bjssssss
    passa mais textos para nós lermos………………….kkkkk

  6. Oi tia gostei muito do texto, e de aprender sobre o centro da terra.
    R:Demoraria para fazer uma nave que chegase no centro da Terra e la dentro é quente e vai acabando o oxigenio e teria uma serta dificuldade de transportar autamente densa que tem no interior da Terra.
    BJS!!!!
    ana f 6 ano B

  7. É mais fácil ir para o planeta do que ir para o centro da Terra , porque no centro da terra nâo sobrivivemos lá é muito quente .

    MARIA EDUARDA

  8. Pela dificuldade para se transpor a matéria altamente densa que há no interior do planeta.
    Beijos

  9. Olá Inês eu acho que é mais facil mandar uma sonda para o espaço do que para o centro da Terra porque o centro da Terra é muito quente e a sonda derete para o espaço ela nao derete mas depois de um tempo ela vira lixo terrestre

  10. oi Inês, como vai.
    Li o texto e percebi que ir para o espaço é mais fácil, pois o calor do nucleo derreteria qualquer metal, e se existe uma chance de chegar nele, sairia muito caro e complicado.

  11. Oi Inês é o Felipe do sexto ano B , é mais dificil entrar no centro da Terra porque e muito quente e a materia e autamente densa ,e nada coseguiria chegar lá ,já no espaço e mais frio e o homem tem tecnologia para isso.

  12. Pois o centro da terra e muito quente

  13. mas se o ferro derreter Ines?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: